Dicionário do Marketing Digital

Dicionário do Marketing Digital

Este dicionário que você encontra aqui, nesta página, tem mais de 200 termos e é resultado de muita (muita!!) pesquisa, trabalho e dedicação ao marketing digital. Colocamos aqui mais de 10 anos de experiência e estudo para que você possa consultar e tirar suas dúvidas. Até o momento, este é o glossário mais completo sobre o assunto – sim, nós temos mais termos do que os sites gringos 🙂

Ah! Se você sentiu falta de algum termo, é só enviar um e-mail para [email protected], ok?

Use a barra abaixo para navegar pelos termos ou então utilize a busca do seu navegador, com os comandos CTRL F (Windows) ou CMD F (Mac).

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | 0-9


A

AIDA

É a base de qualquer ação de comunicação de marketing (Atenção – Interesse – Desejo – Ação). Criado ainda no século dezenove por Elias St. Elmo Lewis, este modelo apresenta uma sequência de etapas para gerar novos clientes. Hoje, sua representação mais frequente é o funil de inbound marketing.

AdRank

É a classificação do seu anúncio nos resultados de busca (SERP) do Google. Esta nota é calculada com base na qualidade do seu anúncio (Quality Score) e o valor por clique que você está disposto a pagar nos leilões pelas palavras-chave do seu anúncio. Sempre que o seu anúncio se qualifica para ser exibido em um resultado de busca o seu AdRank é recalculado.

AdSense

Serviço de publicidade do Google que remunera blogs e portais de conteúdo por exibirem anúncios em forma de banner aos seus usuários. Os anúncios são fornecidos pelas empresas anunciantes pela plataforma Google Ads (AdWords), no formato “Rede de Display”. Os blogs e portais (veículos) são remunerados de acordo com os cliques e/ou impressões de um determinado banner.

Alcance

Quantidade de pessoas que visualizaram uma publicação no Facebook. O este número varia de acordo com o algoritmo do Facebook (Edge Rank), utilizado para distribuir os conteúdos entre os usuários da rede social.

Alcance orgânico

Refere-se à quantidade de pessoas que visualizaram uma publicação no Facebook sem a necessidade de promoção ou patrocínio. Este tipo de distribuição sofreu uma acentuada queda nos últimos anos devido à reformulação do algoritmo da rede social.

Alcance pago

Métrica que apresenta a quantidade de pessoas que visualizaram uma publicação promovida ou patrocinada no Facebook. Este dado aparecerá na sua fanpage somente quando se cria uma campanha via Facebook Ads.

Algoritmo

Um algoritmo é uma sequência de ações encadeadas de maneira a automatizar tarefas, calcular e processar dados. Atualmente boa parte das redes sociais utilizam algoritmos para entregar conteúdo aos seus usuário. Além delas, outro sistema famoso pelo uso de um algoritmo superinteligente é o Google.

Alternative text (alt text)

O textos alternativo, também conhecido como “alt text” é um campo de texto vinculado às imagens que você coloca no seu site. Cada imagem tem seu alt text, que deve ser preenchido com uma descrição breve, contendo as principais palavras-chave daquele conteúdo.

Amostra

Dificilmente uma pesquisa trará dados referentes a uma população completa. Por isso existe a amostra, que é composta de um número representativo de pessoas daquela população. O Google Analytics também utiliza este recorte em algumas situações em que o número de sessões do seu site ultrapassa o limite de 500 mil no mês.

Análise de Sentimento

A análise de sentimento é uma forma de compreender como as pessoas reagem à sua marca. Para fazer esta análise utilizamos comentários feitos pelos seus consumidores nas redes sociais. Os comentários passam por uma análise de texto e são classificados como negativos, neutros ou positivos.

API

O acrônimo API significa “Application Programming Interface”, ou seja, Interface de Programação de Aplicativos. Esta interface consiste em um conjunto de rotinas e padrões de programação que orientam a construção de bases de dados de outras plataformas. Desta forma, é possível integrar diferentes plataformas utilizando esta interface para “importar” dados entre elas. Plataformas que possuem API para conexão de programas de terceiros: Google Analytics, Google AdWords, Facebook, Twitter, Instagram, YouTube etc.

Artigo

Texto produzido com o objetivo de levar mais conhecimento para uma audiência específica. Com os artigos, o processo de otimização de sites para mecanismos de busca (SEO) fica muito mais assertivo e direcionado. Um bom artigo deve conter: título atraente, apresentação lógica de ideias, conhecimento a ser transmitido e um fechamento ou conclusão do autor. Além disso, um artigo pode ser: opinativo, tutorial ou então uma curadoria sobre um tópico, uma avaliação de serviços e/ou produtos.

Audiência

Pessoas que acompanham um canal de conteúdo (blog, canal de YouTube, Instagram, Facebook, e-mail marketing etc.). Esta audiência pode ser segmentada em interesses específicos, permitindo direcionar melhor os assuntos abordados. A audiência é construída com base na confiança que estas pessoas têm nas informações e na autoridade do produtor do conteúdo (marca ou pessoa física) e pode ser mensurada com ferramentas tais como o Google Analytics.

Automação

Procedimento que permite automatizar tarefas tais como o envio de e-mails pré-programados, categorização dos leads, vendas e entrega de produtos (quando digitais). Para que seja possível automatizar estes processos é necessário o uso de plataformas próprias para este uso como Mautic, RD Station, Hubspot e outros.

Autoresponder

Mecanismo de respostas automáticas via e-mail. Pode ser considerado como um primeiro passo para a automação de marketing digital. O autoresponder é utilizado quando o visitante de um site envia um formulário e recebe uma resposta pré-definida pelo produtor daquele conteúdo.

Autoridade

Status e/ou título dado a alguém que se destaca em seu meio de trabalho ou social. Este mesmo sentido pode ser atribuído a um canal de conteúdo que tenha audiência fiel e assídua. A autoridade também é um critério utilizado pelo Google para organizar seus resultados de busca.


B

Back-end

É o código que garante a estrutura de softwares, aplicativos, sistemas e até jogos. Esta camada é importantíssima para que nós possamos utilizar nossas ferramentas, mas como usuários finais destes produtos, não vemos o que está por trás da interface.

Backlink

Também chamados de links de entrada ou inbound links, os backlinks são referências ao seu site em sites de terceiros. Por exemplo: se o Site A faz um link para o Site B, dizemos que o Site B recebeu um backlink do Site A. Ter bons sites fazendo backlinks para o seu é um dos fatores principais para alcançar boas posições nos resultados de busca do Google (SERP).

Banner

Formato de publicidade online que pode ser veiculado em portais de notícias, blogs especializados e canais de YouTube. A gestão dos banners pode ser feita a partir de diversas plataformas. A mais popular delas é o Google AdWords ou DoubleClick for Publishers (DFP), pela Rede de Display. Abaixo você vê alguns dos principais formatos. Para visualizar a lista completa, acesse o site da IAB Brasil

250 x 250 – Quadrado
200 x 200 – Quadrado pequeno
468 x 60 – Banner
728 x 90 – Leaderboard
300 x 250 – Retângulo Inline
336 x 280 – Retângulo Grande
120 x 600 – Skyscraper
160 x 600 – Wide Skyscraper
300 x 600 – Meia página
970 x 90 – Leaderboard Grande

Benchmark

Análise da concorrência com o objetivo de estabelecer padrões para o desenvolvimento de produtos, serviços, campanhas publicitárias etc. São levados em consideração os canais digitais, as características do público-alvo, cores, formatos, tamanhos, linguagem visual e textual, métricas tais como engajamento, tráfego e palavras-chave.

Big Data

É o termo que designa a grande quantidade de dados gerados em plataformas digitais, dispositivos eletrônicos conectados à rede e outros canais capazes de alimentar essa massa de informações. Fazem parte do big data as transações financeiras, interações em redes sociais, passos dados em caminhadas e que foram capturados por wearables. O Big Data se define pelos 5V: volume, variedade, velocidade, veracidade e valor dos dados que são capturados.

Black-hat

Prática desleal para obter classificações melhores nos resultados de busca de sites como o Google. Dentre estas práticas estão incluídas links e textos ocultos, conteúdo repetitivo, páginas “ultra-otimizadas” para os buscadores, sem relevância para os usuários, cloacking (camuflagem do conteúdo da página), SPAM de comentários e redirecionamentos não autorizados.

Black-list (e-mail marketing)

São as listas que determinam a confiabilidade dos IPs, domínios e endereços de e-mail. Sempre que um e-mail é marcado como SPAM, ele fica registrado como não confiável. Estas listas servem como um mecanismo de segurança para evitar que remetentes indesejados cheguem às caixas de entrada dos usuários. Para compreender melhor as boas práticas para envio de e-mail, consulte o CAPEM (Código de Autorregulamentação para Prática de E-mail Marketing).

Blog

Um dos principais canais do marketing digital. O blog começou na década de 1990 como uma espécie de “diário de bordo” dos usuários da rede. O termo blog deriva de web log, ou seja, registro da rede. Hoje, o blog é base para grandes estratégias de marketing de conteúdo e inbound marketing.

Bot

Bot é uma forma de abreviar “robot”, ou seja, robô. No contexto do marketing digital, um robô pode ser uma ferramenta ou um script feito por um programador para executar tarefas rotineiras tais como extrair dados de uma página, conferir se as informações desejadas estão relacionadas etc. Existem, também, robôs feitos para “gerar” seguidores em redes sociais e assim por diante. O Google Bot é um exemplo de robô utilizado para checar e extrair dados de sites para exibi-los nos resultados de busca (SERP).

Bounce (e-mail marketing)

Nome dado aos problemas de entrega dos e-mails. Existem dois tipos de bounce: o soft e o hard. O soft bounce acontece quando o destinatário está temporariamente impedido de receber o e-mail (caixa de entrada lotada, servidor fora do ar etc). O hard bounce acontece quando o destinatário está permanentemente impedido de receber e-mails (endereço inexistente ou inativo por mais de 5 meses). Os hard bounces devem ser excluídos logo que forem identificados. Continuar a enviar mensagens para hard bounces prejudicam a credibilidade do seu IP.

Brand awareness

É a atenção, o conhecimento que o consumidor tem sobre uma marca. Estamos falando, basicamente, da capacidade do consumidor de reconhecer uma marca. Este é um dos principais objetivos de marketing (tradicional e digital) e seu sucesso é medido principalmente pelo share of voice, engajamento em mídias sociais, buscas envolvendo a marca em mecanismos como o Google.

Brainstorm

Processo de criação que tem como objetivo trazer diversas ideias relacionadas a um tema. O brainstorm é feito em equipes, para que vários pontos de vista possam ser levados em consideração. O resultado é um bom início para projetos, campanhas e conteúdos dos mais variados tipos.

Browsers únicos

Métrica que determina o número de navegadores únicos que acessaram um determinado site. Ao acessar um site, os navegadores (Google Chrome, Firefox, Safari, Internet Explorer etc) carregam os cookies que ativam os códigos de rastreamento de ferramentas de análise de dados, como o Google Analytics. De forma genérica, adota-se esta métrica como estimativa de número de visitantes únicos de um site ou blog.

Business Model Canvas

Metodologia ágil para criação de modelos de negócios utilizado de maneira simplificada e bastante visual. Este método de trabalho se popularizou com o livro Business Model Generation e a adoção desta ferramenta por startups dos mais diversos setores.


C

CAC

Sigla para Custo de Aquisição de Clientes. Este é um importante KPI para determinar o sucesso de uma estratégia de marketing. O cálculo do CAC é feito por meio da seguinte fórmula: (investimento em vendas + investimento em marketing)/total de clientes no período. Este número ajuda a entender se o montante investido por cliente é recuperado nas vendas realizadas.

Calendário Editorial

O calendário editorial funciona como um cronograma de todo o planejamento de conteúdo dentro da sua estratégia. Ele é importante por orientar nas seguintes situações: quando a sazonalidade afeta o seu negócio, quando os grandes feriados afetam o seu negócio, quando o seu produto/serviço sofre atualizações e tem novas versões constantes, quando a sua área de atuação tem diversos eventos ao longo do ano e quando você precisa manter um ritmo de postagem.

Call to Action

Expressão em inglês para “chamada para ação”. Os Call to Action (CTA) são importantes recursos e definem a capacidade de conversão de uma campanha de marketing digital. Estas chamadas indicam para o visitante qual é a ação que deve ser tomada, ou seja, qual é o próximo passo que deve ser dado. Recomenda-se evitar CTAs genéricos como “Clique aqui”. Prefira chamadas específicas e no infinitivo (“Baixe agora o seu e-book!”) e procure usar cores chamativas, que destaquem o seu CTA.

Campanha

Conjunto de ações que possuem objetivos específicos. As campanhas podem ser projetadas para gerar brand awareness, vendas ou fidelização dos clientes. Cada campanha pode agregar diferentes canais de marketing digital, integrando-os de maneira a proporcionar resultados cada vez melhores. Plataformas específicas como Facebook Ads, Google Adwords usam o termo “campanha” para determinar o conjunto de anúncios e de peças criativas. No Mautic este termo é utilizado para as rotinas automatizadas.  

Canal

Meio pelo qual um conteúdo é publicado. Os canais mais frequentes no marketing digital são: redes sociais, e-mail marketing, blog, e-commerce, anúncios, remarketing, site e chat. É necessário que as campanhas integrem diferentes canais para que se possa impactar seus clientes em potencial da melhor maneira possível.

Canonical tag

Recurso do código HTML que permite informar aos mecanismos de busca qual é a página mais relevante em situações em que há conteúdo duplicado dentro de um mesmo site ou blog. Um exemplo de situação para usar esta tag é quando a URL “http://site.com.br/?s=produto” aponta para o mesmo conteúdo de “http://site.com.br/produto”. Neste caso, a tag <link rel=”canonical” href=”http://site.com.br/produto”/> deve ser inserida para “http://site.com.br/?s=produto”.

Canva

É uma ferramenta gratuita (exceto para um banco de imagens específico que custam U$1) para criação de layouts e posts para as redes sociais. É uma alternativa simples para profissionais de marketing, e nele é possível editar imagens, selecionar fontes, adicionar ilustrações, alterar filtros e utilizar outras opções de edição (como alterar o contraste, por exemplo) dos layouts a serem criados.

Canvas

Desenvolvido por Alexander Osterwalder e Yves Pgneur, é uma ferramenta para planejamento estratégico de um negócio, visando analisar sua viabilidade e estruturação. O Canvas consiste em um “mapa visual” que é pré-formatado com 9 blocos: proposta de valor, segmento de clientes, canais, relacionamento com os clientes, atividade-chave, recursos principais, parcerias principais, fontes de receita e estrutura de custos, que indicam como a marca irá operar e de que forma poderá agregar valor aos seus consumidores e ao mercado.

Cauda Longa

Modelo proposto por Chris Anderson no livro “A Cauda Longa” que se baseia no Princípio de Pareto (80/20) para determinar o nível de especialização e detalhamento de nichos de mercado. No marketing digital usamos a cauda longa para identificarmos oportunidades de conteúdo para blogs. Assim pode-se aumentar o alcance dos conteúdos focando em nichos específicos que têm um bom volume de demanda e buscas.

Chatbot

É uma ferramenta de atendimento ao consumidor por meio de softwares de respostas automáticas, que simula interações com os clientes por meio de mensagens pré-definidas para solucionar os seus problemas e dúvidas e transmitir informações. Ele pode estar presente em diversos canais, como o Whatsapp e o Messenger por exemplo.

Click bait

Título ou frase que atrai a atenção e gera a curiosidade de usuários interessados em determinado assunto, que faz com que haja um grande número de cliques. É facilmente visto nas redes sociais e muitas vezes é utilizado apenas para geração de receita e tráfego em sites por meio de manchetes ou imagens sensacionalistas.

CMS

A sigla significa “Content Management Systems” e se refere à funções que são utilizadas para facilitar a criação de conteúdo na internet e páginas web sem haver a necessidade de um conhecimento prévio em programação. Alguns exemplos mais conhecidos de CMS são o WordPress, OsCommerce e Drupal.

Código

Linguagem utilizada para construir sites, aplicativos e softwares. As mais utilizadas atualmente são: HTML5, CSS3, PHP7, AngularJS, Ruby on Rails etc.

Conteúdo Viral

São os conteúdos que ganham grande repercussão na internet sendo divulgados em grande escala. O termo “viral” é relacionado à palavra vírus, indicando algo repentino e que é compartilhado inconscientemente muitas vezes pelas pessoas.

Conversão

Ação planejada e desejada pelo profissional de marketing para que seja executada pelo visitante/consumidor dentro de uma campanha. São exemplos de conversão: cadastro em newsletter, download de material rico, envio de mensagens, e claro, compras.

Copywriting

É a produção de textos que têm como missão realizar uma venda, promovendo produtos, ideias ou o próprio negócio, por meio da sensibilização e influência sobre suas personas. O Copywriting muitas vezes serve para influenciar a sua audiência a tomar decisões e ações, não sendo um instrumento utilizado apenas para vender o produto final da marca.

CPC

A sigla significa “custo por clique” e é relacionada às métricas de custos de campanha para anúncios na internet. Quando utilizado só gera custos para o anunciante quando o anúncio recebe cliques dos usuários. Possui a vantagem de permitir à marca saber quantas pessoas clicaram na campanha e o impacto gerado nelas.

CPL

A sigla significa “custo por lead” e permite à marca saber o custo de cada lead (cadastro preenchido em formulário) que é gerado. É muito relevante dentro das atividades de marketing digital pois o uso das técnicas de inbound marketing permite que esse custo seja bem inferior quando comparado ao uso das técnicas tradicionais. Existe ainda a métrica de “custo por lead qualificado” que abrange somente os leads dos verdadeiros clientes em potencial da marca.

CPM

É uma métrica de custos de campanha para anúncios na internet e significa “custo por mil”, indicando que a marca terá um custo (pré determinado e contratado) sempre que o anúncio da campanha for visualizado mil vezes.

Crawler

Robôs (bots) especializados em rastrear páginas da web para obter informações e agregá-las em links. Também podem ser chamados de bots ou spiders.

CRM

A sigla que significa “Customer Relationship Management” (Gestão de relacionamento com o cliente) se refere a um conjunto de práticas na qual o cliente é considerado o foco do negócio, objetivando identificar as suas necessidades para atendê-las da melhor maneira, além de aumentar a rentabilidade da empresa e alcançar um maior número de vendas.

Dentro dos sistemas de CRM constam informações sobre atuais e potenciais consumidores, desde dados pessoais até suas interações com a marca (visitas no site por exemplo) que são integradas a dados de maior valor para que as equipes estejam preparadas para atendê-los e para que entendam seus processos de compra.

CRO

A sigla que significa “Conversion Rate Optimization” (otimização de taxa de conversão) se refere a um processo para melhorar as conversões de um site e também extrair mais do tráfego atual. O CRO pode ser aplicado em diferentes lugares: desde o site em si, como também em anúncios, landing pages e até mesmo em redes sociais.  

Algumas formas de otimizar essa conversão são pela segmentação, disponibilização de conteúdo e a modificação de aspectos do site por meio de testes.  Entretanto, todas as mudança no site devem ser testadas antes de utilizadas, e para auxiliar nesse processo existe o teste A/B, que utiliza duas versões de um site para analisar qual traz melhores resultados e o impacto que é gerado nos usuários.

CSS

A sigla que significa “Cascading Style Sheets” (folhas de estilo em cascata) se refere à uma linguagem que é responsável pela aparência e design dos conteúdos (cores e fonte por exemplo) de um site. É muito utilizado no e-mail marketing, já que normalmente os e-mails aceitam um número limitado de tags HTML.

CTR

É uma métrica utilizada para avaliar a eficiência de anúncios na internet e a sigla significa “Click Through Rate” (taxa de cliques). A métrica divide o número de cliques pelo número de visualizações e quanto maior for o resultado, melhor é a eficácia do anúncio. Apesar de valiosa, essa métrica não pode ser utilizada unicamente para avaliar as suas campanhas, devendo sempre estar aliada à outras métricas.


D

Dashboard

É também chamado de painel de indicadores, e apresenta em um único espaço indicadores e gráficos referentes às informações do seu negócio. Possui como objetivo facilitar a tomada de decisões, uma vez que seu layout resume KPIs importantes para o acompanhamento dos resultados. Pode-se construir dashboards utilizando o Excel, Google Analytics ou Google Data Studio.

Design

É a idealização, aprimoramento, planejamento e desenvolvimento de produtos e serviços por meio de uma visão criativa. Tem como objetivo a satisfação dos usuários, ou mesmo sua maior segurança ou conforto por exemplo. Está presente em todos os elementos e áreas da empresa que relacionem o mercado com a comunicação da marca, como por exemplo logotipos e embalagens.

Designer

Profissional responsável pelas atividades de design de uma marca. Desenvolve e cria projetos de comunicação visual, de criação de produtos ou da área gráfica (formulando logotipos, por exemplo). Sua atuação pode ser no meio digital (trabalhando em agências de publicidade e editoras) ou em desenho industrial.

Densidade de palavra-chave

A densidade de palavra-chave é um índice que determina a proporção de uso das palavras-chave em relação ao restante do texto. Este índice é obtido a partir do somatório de todas as vezes em que uma palavra-chave (e suas variações) foram utilizadas em um texto, dividido pelo somatório de todas as palavras do texto.

Este índice demonstra a afinidade de um texto com o assunto central do qual ele trata e ajuda no processo de otimização para buscadores (SEO).

Disparador de e-mail

Ferramenta que permite enviar e-mails para um grande número de destinatários. Tem como objetivo viabilizar a análise do impacto das campanhas de e-mail marketing, de acordo com os cliques e as conversões geradas.

Domínio

É o endereço para identificar você ou sua marca na internet e tem como objetivo que as pessoas consigam localizar qualquer Website de qualquer lugar que estiverem. Também é uma maneira para memorização mais simples desse endereço, já que os sites são localizados pelos provedores de internet por meio do IP, e tem combinações numéricas complicadas para serem identificadas dessa forma.

DNS

Significa Domain Name System (Sistema de Nomes de Domínios). O DNS é uma espécie de tradutor de endereços IP para nomes de domínios. Se não existisse o DNS você precisaria saber todos os IPs dos sites que acessa em vez de saber o endereço como www.site.com.br.

Diretório

Os diretórios são pastas nas quais podemos organizar e armazenar documentos dos mais variados tipos. Quando estes diretórios estão em hospedagens, podemos instalar diferentes aplicações neles, organizando a estrutura do nosso site e impedindo que arquivos de mesmo nome, porém com funções diferentes se misturem.


E

E-book

É a abreviação do termo em inglês “electronic book’’ e significa livro que possui formato digital. Os e-books são materiais muito frequentes em estratégias de inbound marketing, como “iscas” para geração de leads e podem ser lançados diretamente em seu formato digital ou podem ser apenas versões digitais de um livro que foi impresso anteriormente.

E-commerce

Traduzido para o português como “comércio eletrônico”, é o tipo de comércio que realiza transações/transferência de informações por meio do meio eletrônico (computadores, smartphones e tablets por exemplo). Pode ser de forma B2B (entre empresas) ou B2C (das empresas para os consumidores). O comércio eletrônico é uma boa maneira das empresas identificarem as necessidades e expectativas dos consumidores e analisarem suas opiniões, feedbacks e reclamações.

Edge Rank

É o algoritmo do Facebook que determina o alcance que as publicações de uma página terão no feed de notícias dos usuários. Para determinar esse alcance, o Edge Rank leva em consideração três fatores: afinidade (a interação entre o usuário e a página por meio de curtidas e visitas, por exemplo), relevância (uma maior interação com a publicação faz com que ela seja visualizada por um número maior de usuários) e tempo (publicações mais recentes têm prioridade no feed).

Esse algoritmo pode ser encarado pelos profissionais de marketing digital como um desafio, pois é esperado um grande alcance de clientes e potenciais clientes por meio das publicações e muitas vezes esse algoritmo não permite que essa audiência seja alcançada.

E-mail marketing

É uma ferramenta de marketing direto que utiliza o e-mail para enviar a clientes e potenciais clientes informações, campanhas e promoções da marca. Ele possui várias vantagens: pode gerar tráfego para site da marca, estreitar o relacionamento com os consumidores e também aumentar o número de vendas.

Essa ferramenta também possui uma boa receptividade pelos usuários, porém sempre utilize contatos autorizados (que já preencheram formulários com dados pessoais anteriormente no site/landing pages) para não gerar uma rejeição dessas mensagens, conhecida spam.

Embed

Termo em inglês que significa “incorporar”, se refere a um tipo de tag HTML para incorporar conteúdo de outros sites e redes sociais em seu próprio blog ou site. Esse código é fornecido pelo site de origem e é necessário apenas copiá-lo e colá-lo no local que deseja incorporá-lo. Traz como vantagens a praticidade e a maior divulgação de perfis de redes sociais.

Engajamento

É uma métrica de marketing digital que se refere ao envolvimento, interação e relacionamento que os usuários têm com uma marca/site/blog. É muito relevante para avaliar se potenciais consumidores estão realmente interessados nos conteúdos publicados pela sua marca e no seu site, e se os visitantes se tornarão leads. O engajamento pode ser mensurado de diversas maneiras, como por meio de comentários, curtidas, compartilhamentos, assinaturas de newsletter e conversões.


F

Facebook

É uma rede social de propriedade privada que foi criada em 2004 por Mark Zuckerberg, Andrew McCollum, Dustin Moskovitz, Eduardo Saverin e Chris Hughes, que eram estudantes na Universidade de Harvard. Ela foi criada primeiramente para a interação entre os alunos da Universidade, mas posteriormente foi expandida. É gratuito para os usuários, mas tem receita gerada a partir de anúncios e grupos patrocinados. Desde outubro de 2012, quando atingiu a marca de 1 bilhão de usuários ativos é considerada a maior rede social do mundo.

Facebook Ads

É o sistema pago de anúncios dentro do Facebook. A plataforma oferece diversas ferramentas para a criação de campanhas que tenham mais eficácia, como a definição do público-alvo/segmentação, e existem tipos diferentes de anúncios: para impulsionar suas publicações, promover sua página, enviar pessoas para o seu site, aumentar conversões, obter instalações para o seu aplicativo, aumentar o envolvimento com seu aplicativo, alcançar pessoas próximas à sua empresa, aumentar a participação no seu evento, fazer as pessoas obterem sua oferta e obter visualizações de vídeo. Para utilizá-lo, é necessário ter uma fan page já criada.

Facebook Insights

Ferramenta do Facebook para acompanhamento da interação do público-alvo com as postagens. Se assemelha ao Google Analytics, e tem cinco aspectos nos quais a estatística está organizada: pessoas, visitas, publicações, alcance e curtidas. É ideal para a tomada de decisões referentes à como atuar com as postagens e na comunicação com os usuários, já que reflete quem é a sua audiência e se a estratégia está trazendo resultados para a sua empresa.

Facebook Live

Ferramenta que permite a criação de vídeos em formato streaming, por meio de transmissões ao vivo para uma página pessoal ou fanpage da sua empresa.  Essa ferramenta apresenta vantagens como a possibilidade de aumentar o engajamento por meio de conteúdos interessantes e relevantes, a entrega de um maior alcance do seu público-alvo e também pode auxiliar na fidelização de clientes ou na captação de novos.

Facebook Pixel

Ferramenta do Facebook para auxiliar na medição da eficácia de anúncios. Permite medir conversões, otimizar a entrega de anúncios para pessoas mais propensas a agirem, e também criar públicos (personalizados para ações específicas em seu site e semelhantes com os principais clientes da marca) para as campanhas.

FanPage

Traduzido como “página de fãs”, é a página direcionada à empresas e marcas que buscam interagir com os seus clientes e potenciais clientes. Se diferem dos perfis pois os perfis tem limite de 5.000 amigos por perfil (o que fica inviável para empresas de maior porte), e as fan pages também tem acesso à ferramentas de estatísticas e aplicativos como por exemplo páginas de apresentação da marca, enquetes e discussões.

FAQ

Sigla em inglês que significa  “Frequently Asked Questions” e é traduzido como “perguntas mais frequentes”. São as páginas que organizam as respostas das perguntas mais frequentes feitas à empresa, como por exemplo a política de trocas e devoluções e as formas de pagamento. A utilização das FAQs é vantajosa tanto para os consumidores (que não precisam buscar contato com um funcionário) quanto para a empresa (que consegue tornar o atendimento mais rápido).

Fluxo de Nutrição

Sequência automatizada de mensagens (por e-mail ou chatbot) que permite enviar informações relevantes ao processo de nutrição de leads. Faz parte das estratégias de inbound marketing e possui como principal vantagem a evolução dos leads ao longo do funil.

Fonte de tráfego

São as origens do tráfego, que indicam como os usuários chegaram até o seu site. Podem ser de 5 tipos: de ferramentas de busca, como por exemplo o Google e indicam usuários que estão geralmente procurando uma resposta para uma pesquisa ou informação específica; de tráfego direto, que normalmente são visitantes antigos que voltam a acessar o seu site para ver novos artigos ou porque gostaram de uma experiência anterior; de links pagos/patrocinados, na qual a marca pode selecionar a página que deseja direcionar o usuário; de mídias sociais, que oferece como vantagem a fácil viralização de conteúdos; e por referência, na qual os conteúdos são indicados para o usuário.

Formulário de conversão

Formulário que tem como objetivo a conversão dos leads oferecendo um material para o usuário em troca de seus dados e informações pessoais. Ele possui como vantagens a facilidade em medir métricas, a organização das informações nais quais os usuários têm interesse (que torna a venda mais rápida) e é claro, o aumento no número de leads.

Frequência

É o número de vezes que um anúncio/campanha deve aparecer para uma pessoa vê-lo. Existem técnicas que orientam os profissionais de marketing a escolher os canais e números de inserções para que a marca consiga alcançar as pessoas desejadas quantas vezes for necessário para que a campanha obtenha resultados.

Front-end

Termo de desenvolvimento web referente à interface gráfica, ou seja, o aspecto visual de um software que permite ao usuário enviar comandos. Esses comandos (como clicar em um link, por exemplo) são traduzidos então em códigos para fazer com que essa ação ocorra no software, estando escritas em duas linguagens: HTML e CSS.

Funil

Também conhecido como funil de vendas, é um processo para a condução e acompanhamento do consumidor desde o momento em que ele é atraído para um produto/serviço da sua marca até o momento efetivo da venda. O funil é dividido em três partes: o topo, que é quando o consumidor ainda não tem consciência sobre uma necessidade ou desejo que tenha (deve-se ter foco no aumento do tráfego); o meio do funil, que é quando o consumidor tem uma intenção de compra, mas ainda está analisando se deve ou não fechar o negócio com uma marca; e o fundo do funil, onde ele finaliza esse processo fechando a compra.


G

Google

Multinacional de tecnologia que controla plataformas populares de busca de informações na internet, edição e compartilhamento de arquivos, redes sociais etc. Controlada pela Alphabet Inc. a Google foi fundada em 1997 por Sergei Brin e Larry Page. O nome se origina de um erro de digitação do termo “googol”, – nome dado ao número 1 seguido por cem zeros – que seria a capacidade de informação que o motor de busca poderia processar na época de seu surgimento.

Google AdWords

Sistema de anúncios do Google que funciona por meio de links patrocinados, objetivando otimizar a busca de resultados dos usuários. Na visão das marcas, ele auxilia na segmentação do público-alvo para os usuários verem seu anúncio apenas quando estiverem pesquisando termos ou palavras-chave pré-determinadas para a sua campanha, potencializando o número de potenciais clientes e o seu tráfego. Os tipos de anúncio disponibilizados pela ferramenta são: apenas na rede de pesquisas, por vídeo, apenas na rede de display, e rede de pesquisa com exibição em display (mais recomendado para quem está iniciando seus anúncios na ferramenta).

Google Analytics

Plataforma gratuita do Google para monitorar e analisar dados referentes ao tráfego de um site. Com ela é possível obter insights sobre o comportamento dos usuários ao visitar o seu site, blog ou e-commerce. O Google Analytics possui diversos recursos que fornecem informações sobre o número total de visitantes, visitante único e visitantes que retornam ao site; origens de tráfego; metas; resultados de e-commerce; ações de mídias sociais que trazem maior acesso; entre outras. É muito utilizado para monitoramento de campanhas, possibilitando mensurar com precisão o resultado de determinada campanha e determinar por meio do ROI qual o retorno trazido por ela.

Google Hummingbird

Apelido dado à primeira das maiores atualizações do algoritmo principal de buscas do Google. Se comparado a outras atualizações como Panda e Penguin, o Hummingbird apresenta uma enorme mudança na maneira com que o Google interpreta as buscas feitas pelo usuário. Antes dessa atualização, as buscas eram feitas com base nas combinações de palavras específicas dentro do termo de busca do usuário. Hoje, quando alguém busca “Como construir um suporte de notebook com canos PVC” os resultados mostrarão links diretamente relacionados a este termo de busca. Antes, o usuário via também resultados que incluíam outros materiais além do PVC.

Google Panda

Atualização de algoritmo de buscas do Google com o objetivo de analisar a qualidade do conteúdo das páginas. Algumas atualizações periódicas foram feitas após seu lançamento em Fevereiro de 2011. Esta mudança no algoritmo determina se o conteúdo nas páginas rastreadas pelo Google Bot está relacionado com a busca feita pelo usuário. Sites com conteúdos de baixa qualidade viram seus rankings despencar após esta atualização. Este algoritmo foi incorporado ao núcleo do algoritmo principal do Google e pode verificar a qualidade do conteúdo em tempo real.

Google Penguin

Atualização feita no algoritmo de buscas do Google com o foco em analisar a qualidade dos backlinks de um site. Foi anunciado em Abril de 2012 e recebeu atualizações periódicas após seu lançamento. Este algoritmo tem como objetivo atacar táticas de Black Hat SEO que manipulam os rankings por meio de links de maneira não-natural e descontextualizada. Estima-se que o Penguin tenha afetado cerca de 3,1% de todas as buscas feitas em inglês – isso é um número relativamente grande para apenas uma mudança de algoritmo!

Google Pigeon

Atualização de algoritmo do Google feita com o objetivo de melhorar a relevância de buscas locais para seus usuários. Se você procurar por “Cafés no centro de Curitiba” o buscador retornará com resultados primariamente focados na região solicitada. Além disso, o Google pode determinar a sua localização quando você faz uma busca, e mostrar negócios locais próximos à sua área ainda que você não tenha digitado nenhuma localização específica. Esta mudança no algoritmo influenciou muito no potencial de exibições de negócios locais nos resultados de busca.

Google Search Console

Serviço gratuito para visualizar informações e compreender como o Google interpreta o seu site. Na ferramenta é possível mensurar os acessos orgânicos, termos de consulta (palavras-chave) que ativam as páginas do site e o ranking desses termos nos sites de busca. Ainda podem ser encontrados informações sobre os erros e melhorias de HTML necessários e sobre a indexação das páginas e do site.

Google Trends

Ferramenta gratuita do Google para acompanhamento da evolução de buscas por tópico ou palavra-chave em um período de tempo. Ela possui como vantagens a geração de ideias para produção de conteúdo, a facilidade em perceber tendências e o auxílio na escolha de termos que serão mais vantajosos e procurados pelos usuários.

Growth Hacking

Tática desenvolvida em Startups com o objetivo de encontrar oportunidades e brechas para buscar o sucesso do marketing e para criar estratégias que buscam resultados imediatos para o crescimento da marca. Na tradução dos termos, Growth significa crescimento e hacking significa encontrar brechas. É totalmente focado em experimentação e se baseia no seu funil com as seguintes etapas: aquisição, ativação, retenção, receita e indicações.

Guest Post

Prática de escrever e publicar artigos em blogs/sites de outras empresas. O autor convidado deve seguir o padrão estabelecido pela marca/blog e traz como vantagens o crescimento da audiência e da rede de contatos, além da influência alcançada no mercado.


H

Hashtag

Expressão muito utilizada pelos usuários nas redes sociais, que indica palavras-chave que são antecedidas pelo símbolo # (jogo da velha). As hashtags são utilizadas para categorização de conteúdos, ficando disponível para qualquer pessoa que pesquise por essa hashtag (que é transformada em hiperlink), possibilitando discussões e compartilhamento desses conteúdos.

Header
É o “cabeçalho” de uma página. Refere-se tanto à parte superior de uma página, que tipicamente contém o logo e o menu do site, ou então pode fazer referência à seção de código HTML que contém informações relevantes sobre o site como: título, descrição e scripts importantes para o funcionamento da página em questão.

Header codes

Alguns códigos específicos devem ser inseridos no header, ou seja, cabeçalho de uma página. Muitos desses códigos podem ser universais, e por isso, são obedecidos em diversas páginas que compartilhem o mesmo header. Este é um tipo de interação muito comum em sistemas como o WordPress, que utiliza headers universais para suas páginas.

Exemplos de header codes: código de rastreamento do Google Analytics, Google Adwords, Schema Markup, HotJar etc. Estes códigos permitem que estas ferramentas capturem informações do seu site para que você possa analisá-las posteriormente ou então para otimizar anúncios.

Header tags (H1,H2 etc)

Recursos de programação HTML que são usados para dar destaque a títulos e subtítulos de uma referida página. O H1 é o mais importante dos Headers e significa Cabeçalho 1, sendo normalmente o elemento de texto com maior visibilidade e indicando o assunto a ser abordado. As outras Header Tags como a H2 e a H3 são normalmente usadas como subtítulos.  

Heatmap

Heatmap significa “mapa de calor” em português. Utilizamos mapas de calor para medirmos os hábitos de navegação dos usuários em páginas específicas de um site e entender a efetividade dos elementos gráficos e textuais desta página. Algumas ferramentas que produzem heatmaps são: HotJar e CrazyEgg.

Hiperlink

Termo originado na década de 1960 por Ted Nelson para definir ligações entre páginas distintas dentro de um documento, criando uma rede de páginas conectadas por links de assuntos relacionados. Hoje utilizamos links internos e externos para criar esta rede, pela qual alguns robôs (como o do Google) podem rastrear páginas, analisar e definir o relacionamento entre elas.

Home

Página principal de um site. Geralmente contém suas principais novidades ou uma apresentação institucional. É a página inicial, que geralmente  serve de ponto de partida para a navegação direta, ou seja, aquela que não depende de fontes de origem externas como buscas no Google, links em redes sociais ou em e-mails. Sua URL frequentemente é www.nomedosite.com.br.

HotJar

Ferramenta de fornecimento de dados da interação dos usuários com o seu site, que revelam como esses visitantes se comportam. Traz como vantagem a oportunidade de identificar maneiras de transformar esse usuário em cliente. Possui em suas funções os mapas de calor, registro individual de visitas, funil de conversões e o form analytics (mostra quais dados são mais abandonados ou demoram a ser preenchidos em um formulário).

Hospedagem

Serviço de armazenagem de dados referentes ao site. Existem diversos fornecedores de hospedagem de sites e deve-se tomar muito cuidado ao escolher. Um bom serviço de hospedagem garante mais velocidade ao acessar o seu site e mais segurança para os seus dados e os dados dos seus clientes.

HTML

Criada por Tim Berners Lee na década de 1990, é uma das linguagens utilizadas para o desenvolvimento de Websites. A sigla significa “Hypertext Markup Language”, traduzido como linguagem de marcação de hipertexto. Permite a criação de documentos por meio de um editor de texto simples e conhecimento dos códigos (tags) dessa linguagem, que podem ser lidos em quase qualquer tipo de computador e transmitidos pela internet.

HTTP

A sigla significa Hypertext Transfer Protocol, ou seja, Protocolo de Transferência de Hipertexto. Este protocolo permite a comunicação de dados da World Wide Web (WWW) utilizando ligações lógicas de texto (hiperlinks) para criar ligações entre as páginas.

O HTTP funciona no modelo cliente-servidor, em que o usuário (cliente) digita requisições em um navegador (Chrome, Firefox etc) para um servidor que fornecerá os dados.

HTTPS

Hypertext Transfer Protocol Secure, ou em português, Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro. É uma camada adicional de segurança sobre o protocolo HTTP garantido que as comunicações entre cliente e servidor sejam transmitidos por meio de conexões criptografadas. Isso ajuda a garantir a autenticidade de servidor e cliente com o uso de certificados digitais.

Hubspot

Plataforma de Inbound Marketing e vendas (automação de marketing) para auxiliar as marcas a atrair visitantes e converter mais. Possui diversas ferramentas: captação e gestão de leads, análise e nutrição de leads, criação de landing pages, lead scoring, testes A/B, entre outras.Todas essas ferramentas funcionam baseadas na nuvem e a plataforma possui seu próprio CRM. As assinaturas da plataforma começam em US$ 200 por mês, e podem chegar até US$ 2.400 por mês.


I

Iframe

Trata-se de um documento HTML dentro de outro documento HTML em um site. Os iframes são utilizados para incorporar conteúdos de outra fontes em uma página, como vídeos do YouTube ou outros recursos semelhantes.

Impressão

Trata-se do número de vezes que algo foi exibido na tela de um visitante ou usuário. Tem-se impressões de um link no resultado de buscas do Google, impressões de anúncios no Facebook ou impressões de anúncios no Google Adwords.

Inbound Marketing

Conjunto de ações direcionadas à canais digitais com o objetivo de gerar o interesse do consumidor e trazê-lo até o seu site/produtos e serviços. Isso é alcançado por meio da produção de conteúdo, e essas ações ocorrem em 4 etapas: atrair (fazer a persona encontrar a sua marca), converter (transformando essas personas em leads por meio de call to actions, formulários e landing pages), a conversão dos leads em oportunidades/relacionar (por meio de uma abordagem mais assertiva com e-mails e materiais ricos) e finalmente a realização de vendas e a análise e mensuração de resultados.

Index

Refere-se à função de listagem, ou seja, indexação de links dos mais diversos tipos. Também é utilizado para definir o nome padrão dos arquivos referentes às páginas iniciais em sites (ex.: index.html ou index.php etc).

Indexar

Significa ordenar, colocar os documentos em uma ordem determinada/em um índice.

Influenciador

Pessoa que influencia a decisão de compra de um cliente. Normalmente possuem grande audiência em redes sociais (que geralmente também é segmentada) e fazem propaganda usando a mesma linguagem ou semelhante à das marcas.

Infográfico

Ferramenta para transmissão de informações com o uso de imagens e elementos visuais gráficos. Servem para facilitar o conteúdo, tornando o mais didático para o leitor/usuário e também podem ser utilizados com o intuito de gerar leads e tráfego para a sua marca.

Instagram

Rede social para postagem de fotos. O aplicativo está disponível para celulares Android e iOS e possibilita que as fotos também sejam postadas em outras redes sociais, como o Twitter e o Facebook. Os usuários podem aplicar filtros em suas fotos e ainda utilizar Hashtags (#).

IP

Sigla que significa “Protocolo de Internet”. É um endereço representado por sequências numéricas para indicar a localização de páginas e dispositivos (computadores, celulares, impressoras etc). Para facilitar a navegação, os IPs são “traduzidos” para endereços textuais (ex.: www.motdigital.com) a partir do DNS, tornando a experiência do usuário mais fluida.


J

Java

Linguagem de programação orientada a objetos utilizada para criar diferentes tipos de aplicação para dispositivos digitais. Diferente do Javascript, que precisa estar atrelado a alguma página da web, o Java pode ser utilizado de maneira independente, como um software.

Javascript

Criada em 1995 por Brendan Eich, é uma linguagem de programação client-side que fornece a oportunidade de programação, transformação e processamento de dados enviados e recebidos à páginas web. Essa linguagem então, é usada para controlar o CSS e o HTML de forma a controlar os comportamentos na página. Embora possua esse nome, essa linguagem não possui relação com a linguagem Java.


K

Keyword stuffing

Recurso utilizado pelos praticantes de black hat SEO. Consiste na inclusão repetida de palavras-chave em textos. Entretanto, o uso excessivo ou sem relevância de palavras-chave são detectados pelos robôs dos mecanismos e o texto pode ser banido, além do fato de que o uso dessa técnica pode prejudicar a qualidade do seu texto.

Klout

Serviço online que mede a influência de usuários nas redes sociais. Os usuários são pontuados de 0 a 100 e qualquer usuário do Twitter é associado e ranqueado automaticamente. Podem ser vinculados outras redes sociais, e a pontuação cresce quando há compartilhamento de conteúdo de interesse e interação com pessoas que sejam consideradas influentes.

KPI

A sigla significa “Key Performance Indicator” (indicador-chave de desempenho) e se trata de um indicador de mensuração de desempenho de processos de uma empresa. É importante para indicar de que forma os resultados estão sendo alcançados e auxiliar em processos de melhoria.


L

Landing Page

Também chamadas de “páginas de destino”, são as páginas que contém algo que o usuário está procurando ou que desperta seu interesse (produtos ou materiais por exemplo) e que são encontradas pelo usuário por meio de links patrocinados, posts ou por acesso ao site. As landing pages têm como objetivo a conversão de visitantes em leads e de leads em clientes, permitindo que a marca receba informações dos usuários em troca de uma oferta, com o preenchimento de um formulário e o uso de um CTA (call to action).

Layout

É o design da estrutura física de uma página. Nele são trabalhados elementos como o texto, gráficos,imagens e fontes. Quando o termo “layout” é utilizado no setor empresarial, ele pode indicar um “arranjo físico”, como a disposição de maquinários por exemplo.

Lead

É um potencial consumidor que demonstrou interesse em consumir um serviço ou produto da sua marca, por meio de uma interação que o faz avançar no funil de inbound marketing. Esse interesse é identificado por meio do preenchimento de um formulário com os dados pessoais do usuário, que recebe em troca um material ou uma assinatura. A geração de leads é essencial para uma marca pois gera maiores taxas de conversão, aumentando consequentemente o número de vendas.

Lead Qualificado

É um potencial consumidor que deixou claro as suas necessidades e desejos,facilitando para a marca oferecer as soluções e aumentar as suas oportunidades de venda. Algumas ferramentas podem ser utilizadas para gerar esses leads qualificados como por exemplo a automação do marketing e campanhas de e-mail marketing bem segmentadas.

Lead Scoring

Técnica para qualificar e dar prioridade aos leads que são mais relevantes para a marca no processo de venda, onde o software utilizado analisa diversos critérios dos leads (como por exemplo perfil e interesses) e os pontua. Podem ser soluções manuais ou automáticas, dependendo da sua complexidade e ferramentas.

Lifetime Value

Métrica que avalia o valor de tempo de vida de um cliente, ou seja, o faturamento que o consumidor dá à sua empresa (no momento que já há um relacionamento entre as partes/durante esse relacionamento). É calculado da seguinte forma: LVT = valor do Ticket médio x Tempo de retenção de clientes. A partir desse resultado, é possível tomar decisões para tentar tornar o relacionamento ainda maior e para que os clientes invistam mais na sua empresa.

Link

A palavra é traduzida do inglês como vínculo/ligação. No ramo da informática, link é o “endereço” de um documento na web. É formado por um trecho de texto ou elemento gráfico que ao ser “clicado” leva o usuário a esse documento em questão.

Linkbait

“Isca para links”, ou seja, algo que atrai os usuários para clicarem no link que leva ao seu site. Os conteúdos que são criados como iscas são variados e podem ser criados propositalmente ou não pela empresa. Como exemplos temos os e-books e infográficos explicativos.

Link building

Estratégias de SEO que objetivam construir links externos para apontar um site, aumentando sua popularidade em mecanismos de busca e gerando maior tráfego. Três métricas são relevantes em relação à autoridade de domínio de um site: qualidade, quantidade e contexto, e elas devem ser levadas em consideração para tornar essa ferramenta de SEO eficaz.

Link interno

São links que apontam para outras páginas dentro do próprio site. Tem como objetivo facilitar a navegação de usuários e dentro do SEO são relevantes para auxiliar em um bom ranqueamento do site em mecanismos de busca. 54/

LinkedIn

Rede social para utilização profissional onde o usuário cadastra o seu currículo e pode realizar networking, aumentando sua rede de contatos profissionais. Lá também podem ser disponibilizadas vagas de emprego, e as empresas podem criar seus perfis, aumentando o contato com os profissionais.

Link externo

São links que apontam para páginas fora do próprio site, permitindo o acesso à qualquer página inserida dentro na rede mundial de computadores.

Link patrocinado

Anúncio pago que objetiva aumentar o número de conversões, dando ao site destaque e atraindo possíveis consumidores. A ferramenta mais utilizada para fazer links patrocinados é o Google AdWords.

Lista de e-mail

Contatos de e-mail de potenciais consumidores que são utilizados como ferramenta dentro do marketing digital para engaja-los com a sua marca. Podem ser enviados e-mails de diversos tipos, desde promoções e descontos, até a divulgação de produtos e campanhas.


M

Marca

Há várias definições para esse conceito. O termo pode ser definido como as características tangíveis e intangíveis de uma empresa somadas com a sua identidade. Também pode se referir a um sistema organizado para entregar produtos e serviços para consumidores de um mercado específico. No aspecto do marketing abrange o conceito de branding, que envolve todos os aspectos da comunicação, como as estratégias de design, cores e logo por exemplo.

Marketing

Em inglês, o termo “market” significa mercado, então marketing pode ser colocado como “mercadologia”, que é um estudo da relação nos mercados. Segundo Philip Kotler, “marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro”. Pode ser visto ainda como o conjunto de técnicas e métodos destinados a satisfazer os desejos de um público, de acordo com os 4Ps: promoção, preço, praça e produto, buscando atingir resultados de vendas e se diferenciar da concorrência.

Marketing de Conteúdo

É o uso da produção de conteúdo como estratégia para atrair o interesse e atenção de um público-alvo e o acompanhar durante todo o seu processo de compra. O conceito admite que ao oferecer informações valiosas e que agregam valor, os potenciais consumidores passam a ter a marca como referência e a ter respeito por ela, facilitando que eles se tornem consumidores efetivos.  

Mailing

Traduzido no português como “a expedição de uma correspondência pelo correio”, é um termo utilizado em Marketing Digital para se referir ao banco de dados das informações de consumidores e possíveis consumidores. Esse banco de dados é utilizado para o engajamento, mantendo um relacionamento contínuo com essas personas por meio do marketing direto.

MailChimp

Plataforma de envio de e-mail marketing que permite o envio de até 12 mil e-mails gratuitos. A partir desse número de e-mails são oferecidos planos de assinatura, que variam entre 10 e 240 dólares.

Mautic

Ferramenta de automação de marketing. É utilizado com o objetivo de aumentar a eficiência de processo de marketing e vendas e oferece como opções o gerenciamento de leads (comentários, filtros, e-mails), a integração com as redes sociais, o lead tracking (visualização das pessoas que clicaram nas suas mensagens), a criação de landing pages, o lead nurturing (configuração de mensagens), entre outras opções.

Metas

Tarefas que são especificadas para que os objetivos de uma organização sejam alcançados. Possuem prazo determinado e são quantificadas, mensuráveis e realistas.

Meta-description

Texto para a exibição de resultados de texto da segunda e terceira linha (abaixo do título) utilizado no Google. O conteúdo não influencia no posicionamento da página utilizada, porém deve ser bem redigido com o objetivo de aumentar a taxa de cliques.

Mídia espontânea

Repercussão gerada por uma propaganda e que garante maior visibilidade da marca e/ou produto divulgado. Muitas vezes se torna polêmica entre os usuários e é comentada principalmente por meio das redes sociais.

Mídia programática

Forma de negociação entre anunciante e veículo de comunicação que automatiza o processo, utilizando inventários de anúncios pré-definidos e exibindo os anúncios de maneira personalizada ao visitante dos veículos de comunicação de forma muito mais eficiente. Neste modelo, os anunciantes participam de um leilão semelhante ao do Google Adwords, definindo exatamente o quanto estão dispostos a pagar para atingir o seu público. Desta forma, tem-se uma maior precisão na segmentação dos anúncios, melhorando a eficiência destas mídias.

Mídias sociais

Espaços de interação entre usuários, onde se pode compartilhar informações e conteúdos diversos. Como exemplo, temos o Facebook e o Twitter.

Mock-up

Modelo em escala ou tamanho real de um objeto usado para demonstrações e avaliações. São utilizados por designers na maior parte das vezes, para demonstrar a criação de um produto.

Monitoramento

Avaliação de métricas por meio de gráficos e mapas que permitem analisar os resultados de uma empresa/setor de forma visual. por meio do monitoramento é possível então reavaliar processos e campanhas para visualizar o que traz bons resultados e o que pode ser alterado na busca desses objetivos.

MySQL

Sistema de gerenciamento de banco de dados que utiliza a linguagem SQL (Structure Query Language, traduzido como Linguagem de Consulta Estruturada). Para utilizá-lo é preciso a instalação de um servidor e uma aplicação cliente.


N

Newsletter

Também chamada de boletim informativo, é uma mensagem enviada para os clientes normalmente por meio de e-mail, mas que pode ser enviada também por meio de outros meios com caráter informativo/de conteúdo, o que o diferencia de uma mala direta/conteúdo apenas promocional.

No Follow

Recurso/instrução para indicar que um determinado link não deve influenciar no rankeamento do conteúdo nos mecanismos de busca (diz para os mecanismos de busca “ignorarem” o link com esse recurso). É utilizado para melhorar a arquitetura de sites e evitar conteúdos duplicados por exemplo.

Nutrição de leads

Processo de educação e relacionamento com os leads. Pode acontecer via e-mail marketing ou outros canais que permitam automação de mensagens. Possui como objetivo o aumento das vendas, fazendo com que esses leads avancem nas etapas do funil.


O

On Page SEO

Técnicas de otimização para um blog ou site de uma empresa. Incluem pesquisa de palavras-chave, estrutura/navegação (termos mais pesquisados), mega tags, indexação e ALT das imagens.

Oportunidade

Estágio do funil de inbound marketing que define os leads mais próximos de se tornarem clientes. Nesta fase é recomendável desenvolver ações de fundo de funil para fazer esta condução de maneira natural e que agrega valor ao seu produto ou serviço.

Opt-in

Autorização que as pessoas que estão na lista de email e em outros canais como chatbots ou notificações push deram para receber mensagens da marca. Normalmente essa autorização é feita em um campo dentro do próprio site da organização.

Otimização

Significa tornar algo ótimo; alcançar o melhor rendimento, utilizando técnicas para tomar decisões e atingir os objetivos propostos; é a busca pela excelência.


P

Página Web

É um documento parte de um sítio web que possui ligações de hipertexto permitindo a navegação de uma página para outra. Normalmente se encontra em formato HTML e pode apresentar informações em formatos como vídeos, imagens e textos.

Pageview

Quantidade de páginas que é visualizada pelos usuários (a mesma página pode ser contabilizada mais de uma vez). É utilizado também para medir a qualidade/visibilidade de um site, de acordo com o acesso dos usuários e o número de páginas vistas.

PageRank

Métrica criada por Larry Page e utilizada dentro do algoritmo do Google para entender a importância de uma página ou site no Google em relação a Internet. Avalia a relevância de páginas/sites em uma escala de 0 a 10 para os internautas, apesar de internamente ser uma escala logarítmica de várias casas decimais. São levados em consideração a qualidade, quantidade e contexto de links que a página recebe.

Páginas por sessão

É uma métrica utilizada no Google Analytics. Sessão se caracteriza por ser um grupo de interações que o usuário faz com o seu site em um período de tempo. Páginas por sessão é então dessa forma, o número de páginas visualizadas por um usuário dentro de uma sessão.

Palavra-chave

Principal termo ou palavra que descreve o tema/assunto abordado em um texto. Não precisa ser necessariamente apenas uma palavra, podendo estar indicada em uma frase. São extremamente importantes dentro do marketing de conteúdo, já que auxiliam como estratégia para atrair e gerar o interesse dos consumidores e nas estratégias de SEO.

Palavra-chave Negativa

Também conhecido como “correspondência negativa” é uma palavra-chave que impede o seu anúncio de aparecer com uma palavra/frase determinada. Dessa forma, seu anúncio não é acionado quando pessoas procuram por esse termo.

Pay-per-click (PPC)

Modelo de cobrança de anúncios em que o anunciante é cobrado a cada clique dado pelas pessoas impactadas por aquele anúncio. Este modelo é utilizado por diversas plataformas de mídia, incluindo Google AdWords e Facebook Ads.

Penalização / Penalidade

Punição dada por plataformas como Google, YouTube e Facebook para punir maus comportamentos de seus usuários. No Google um site pode ser punido perdendo posições nos resultados de busca (SERP) temporariamente. No Facebook uma das possíveis penalizações é o bloqueio da conta do usuário autor de alguma infração.

Persona

É a representação do cliente ideal por meio de características que representam o seu comportamento, objetivos, motivações e dados demográficos. A partir da criação de personas é possível então, dentro do marketing digital, determinar os conteúdos e mensagens certos para serem enviados para as pessoas certas e assim ter maior chance de concretizar vendas e ganhar a satisfação dessas personas.

Persuasão

É o ato de convencer ou persuadir; fazer com que alguém acredite no que está sendo dito ou em uma ideia. É uma característica muito valorizada quando se trata de liderança.

PHP

Criado por Rasmus Lerdorf em 1995, significa “Hypertext Preprocessor” e é uma linguagem de programação para desenvolvimento web. Possui a capacidade de se mesclar com a linguagem HTML, tornando o site dinâmico e é uma linguagem considerada simples para iniciantes em programação.  

Pinterest

Rede social para compartilhamento de fotos. Os usuários podem compartilhar e recompartilhar imagens e também a salvá-las em boards para inspirações. O site ainda possui ligação com o Facebook e o twitter para que a interação dos usuários seja maior.

Plugin

Programa ou extensão que é instalado no navegador e permite utilizar recursos que não são presentes na linguagem HTML, proporcionando a adição de mais recursos e funcionalidades. Como exemplo têm-se o Flash Player (para visualizar programas em Flash).

Podcast

Formato de conteúdo em áudio. Pode incluir entrevistas, narrativas ou estudos de caso. Nos últimos anos obteve uma nova onda de popularização. É consumido em aplicativos como iTunes, PocketCasts e outros.

Pop-up

Recurso de publicidade onde uma janela é aberta no navegador após o acesso à alguma página web com o objetivo de atrair a atenção dos usuários, apresentando anúncios e informações de maior destaque. Entretanto, os navegadores de internet mais populares possuem extensões que bloqueiam esses pop-ups (podendo ser reabilitados pelos usuários).

Posição

Lugar no ranking de resultados de busca no Google em que um site aparece para uma determinada palavra-chave digitada pelo usuário. As posições podem variar de acordo com o algoritmo de classificação (ranking) do Google e suas atualizações.

Pós-venda

Atividades de marketing realizadas após a venda de um produto ou realização de um serviço com o objetivo de fazer o acompanhamento/assistência e garantir a satisfação dos consumidores, recebendo feedbacks e também alcançando a fidelização dos mesmos.

Post

É uma publicação em uma página da internet, podendo ser de diversos tipos: mensagens, notícias ou artigos. Os posts podem ser feitos em redes sociais, blogs, fóruns e outras plataformas digitais.

Post patrocinado

São campanhas pagas, onde as postagens aparecem no feed dos usuários (diferentemente do que acontece no Facebook Ads). Normalmente, qualquer postagem só consegue atingir um número limitado de pessoas, o que é alterado quando se utiliza posts patrocinados, que aumentam esse alcance. O post é sinalizado como “patrocinado” e o investimento é realizado conforme o alcance que o anunciante deseja ter.

Proposta de Valor

Declaração de diferencial de uma empresa em relação a outra. Essa proposta deve demonstrar como os produtos e serviços de uma marca se destacam em relação aos concorrentes e como eles resolvem as necessidades dos clientes, oferecendo benefícios e diferenciais. Também é um fator utilizado no Canvas, ferramenta para planejamento estratégico de modelos de negócios.

Prova social

Gatilho mental que utiliza depoimentos reais de clientes e usuários, engajamento em redes sociais, vídeos e outros formatos. A prova social influencia no processo de tomada de decisão por mostrar um comportamento a ser endossado e replicado por várias pessoas, assim o seu futuro cliente entende que esta é uma boa oferta porque outras pessoas estão recomendando. Como vantagens, as marcas conseguem mais autoridade, maior transparência e referências, além de um provável crescimento da taxa de conversão.


Q

Quality Score

Índice de qualidade utilizado no Google Adwords( e demais plataformas de anúncios) que avalia a relevância e a qualidade dos anúncios e suas respectivas landing pages. A classificação vai de 1 a 10 e é vital para a modalidade “custo por cliques”. Assim, uma maior nota indicará um menor custo para o anunciante.

Query

São as instruções/comandos ou o próprio processo de extrair dados de um banco de dados. Consiste em três partes: “select”, que diz ao banco de dados quais colunas do banco de dados você deseja selecionar; “from”, que diz em qual tabela você deseja fazer uma pesquisa; e “where”, que seleciona dados a partir de características pré-determinadas.

As querys também acontecem sempre que fazemos uma busca no Google ou em outro mecanismo semelhante. Ao digitarmos as nossas palavras-chave estamos fazendo uma requisição ao banco de dados desta plataforma para que ela nos retorne com as informações desejadas.


R

Rankings

Classificação obtida em um resultado de busca no Google ou YouTube. Ver definição de “Posição”.

Rede de Display

Se refere a um grupo de websites, vídeos e aplicativos onde os anúncios do Google Adwords podem ser exibidos. Permite a segmentação desses anúncios, escolhendo o público-alvo que se deseja atingir com características bem específicas como estilo de vida e interesses, e ainda permite a escolha de fatores como remarketing e os canais que o anúncio será exibido.

Redes sociais

Estrutura composta por empresas ou pessoas, que possuem características, valores e objetivos em comum para compartilhamento de informações e conhecimentos. Elas também podem ser online, que é a forma mais conhecida, por meio de redes como o Facebook e o LinkedIn.

RD Station
Ferramenta criada pela empresa Resultados Digitais para automação e gestão de vendas e marketing. A ferramenta disponibiliza diversas opções, como a otimização de sites para as ferramentas de busca, o gerenciamento de publicações em mídias sociais e a criação de anúncios no Facebook, além da criação de landing pages e formulários e a criação de campanhas de e-mail e do histórico de clientes, permitindo unir várias ferramentas de marketing digital em apenas uma, e conseguindo controlar todas as etapas do processo de venda.

Responsivo

Design adaptável de páginas para serem exibidas em telas dos mais variados tamanhos (smartphones, tablets, notebooks etc). Ter um design responsivo é um dos atributos mais básicos (para não dizer obrigatórios) em um website hoje.

Referência

É a ação de se referir à algo ou alguém, fazendo relações entre dados e/ou narrativas. É também utilizado para comprovar conhecimentos e posicionamentos. A referência acontece quando um site faz um link externo, levando para outro site. Assim, temos o tráfego de referência, que é um importante fator para o Google classificar os resultados de busca orgânica.

Remarketing

Estratégia focada em impactar pessoas que já visitaram um site, blog, landing page ou e-commerce para que elas retornem. O remarketing pode ser feito em plataformas de anúcnio como Facebook Ads, Google Adwords, YouTube, e-mail marketing e até por mala direta (offline).

RSS Feed

São programas nos quais os usuários se inscrevem em sites (que disponibilizam esse programa) a fim de receberem notícias/artigos/publicações a medida em que são atualizados. Esse recurso é muito utilizado no e-mail marketing, no qual se pode controlar a frequência que os conteúdos serão enviados durante as campanhas.

ROAS

Significa “Return on advertising spend” e é uma métrica responsável por demonstrar o retorno em um negócio de acordo com as despesas de publicidade, como por exemplo produção e mídias (diferentemente do ROI, que leva todas as despesas em consideração). A partir disso então, é possível analisar e comparar os resultados de diversas campanhas para ver o que está realmente funcionando.

Robots.txt

Arquivo de formato .txt (bloco de notas), que determina se as informações de um site devem ou não ser indexadas pelos sites de busca/buscadores. A sintaxe do arquivo, que funciona como uma política de acesso aos Robots, deve ser colocada na raiz da hospedagem pelo webmaster do site em questão.

ROI

Significa “Return over investment” e é um indicador para a empresa ter conhecimento se está ganhando ou perdendo com cada investimento que é realizado. Possui a fórmula: Lucro do investimento – custo do investimento/custo do investimento, e é adequado para qualquer tipo de investimento. Permite às empresas então saber quais investimentos estão trazendo resultados e como podem otimizar os já existentes para alcançarem maior performance.


S

Schema Markup

Trecho de código que é adicionado ao HTML de um site para fornecer aos buscadores informações mais relevantes sobre o negócio, pessoa, local ou produto em questão. Também é chamado de “rich snippets” ou dados estruturados. A biblioteca completa destes códigos pode ser econtrada em Schema.org.

Segmentação

É a ação de identificar o público-alvo de uma marca, segmentando os consumidores em grupos específicos, de acordo com as suas características e comportamento em processos de compra.  São levados em consideração critérios como: geográficos, demográficos, sociais, econômicos, de estilo de vida, entre outros. A segmentação é utilizada para fazer com que campanhas e ofertas sejam oferecidas para clientes que realmente tenham interesse nelas de acordo com suas características, e para que haja uma maior proximidade e relacionamento entre as partes.

SEM Rush

Ferramenta de marketing digital paga que fornece informações importantes com foco em pesquisa de palavras-chave, análise global de site e da concorrência. É muito utilizada também para análise para SEO.

SEO

Também chamada como otimização de sites, a sigla significa “Search Engine Optimization”. Compreende as técnicas utilizadas para aumentar o número de acessos orgânicos de um site, melhorando o posicionamento dele nos resultados em mecanismos de busca. Como consequência então, há maior visibilidade para a marca e um aumento no número de visitas e, possivelmente, de conversões.

SERP

Também conhecido como página de resultados, a sigla significa “Search Engine Results Page” e representa as páginas que exibem os resultados de uma determinada pesquisa/busca na internet.

Sessão

Conjunto de ações realizadas por um usuário dentro de um site num determinado tempo. É utilizado como métrica para as marcas detectarem o quanto os visitantes estão interagindo com o seu site e os seus conteúdos publicados. As sessões expiram após 30 minutos ou à meia noite; ou em situações diferenciadas, expiram um usuário entra por meio de uma campanha, sai e depois volta por meio de outra campanha.

Servidor

Software ou computador que comanda e fornece serviços a uma rede de computadores (e recebem o nome de cliente). Costumam ser utilizados para armazenar arquivos digitais e dados que são importantes dentro da rede.

Share of voice

Expressão utilizada para designar a participação que uma marca/empresa têm em relação ao que é comunicado/conversado sobre ela e seus produtos dentro do mercado, ou seja, sua participação no volume total de propaganda veiculada.

Siri

Assistente virtual da Apple, que utiliza reconhecimento da voz e inteligência artificial para executar tarefas de seus usuários.

Sitelinks

Conjunto de links extras que ficam abaixo dos resultados de um site e permitem aos usuários navegar por páginas importantes de um site. Eles são escolhidos de forma aleatória por um algoritmo do Google e só aparecem em pesquisas gerais.

Sitemap

Mais conhecido no Brasil como mapa de sites, se refere à uma lista com todas as URLs de um site. Como o próprio nome diz, funciona como um mapa que orienta os usuários ou robôs de busca dentro da navegação do site. Existe o sitemap.html, que é para os usuários entenderem a estrutura do site e o sitemap.xml, para que o robô de busca entenda a estrutura e por meio de codificações encontre mais páginas do site.

Slug

Nome dado à parte da URL que vem depois do “.com”. Por exemplo, uma página pode ser http://www.seusite.com.br, mas para acessar a página de contato, colocamos um slug após a barra para direcionarmos o navegador para a página desejada. Assim, a URL final seria: http://www.seusite.com.br/contato.

SMTP

A sigla significa “Simple Mail Transfer Protocol” e ela é traduzida como “Protocolo de transferência de correio simples”. Se refere a um protocolo padronizado para o envio de emails na internet, realizando apenas essa função, na qual os destinatários de uma mensagem são especificados e então a mensagem é transferida.

Snapchat

Rede social de mensagens instantâneas que é compatível com sistemas Android e iOS. Foi criada e desenvolvida por Reggie Brown, Evan Spiegel e Bobby Murphy, e possibilita o envio de imagens, vídeos e textos com a premissa de que os conteúdos só podem ser visualizados uma vez, sendo deletados do aplicativo em seguida.

Source

Também chamado de “origem”, este é um termo muito importante para entendermos as principais fontes de tráfego para o seu site. Esta informação é encontrada no seu Google Analytics, no menu “Aquisição” e é dividida em diferentes canais como: Direto, Orgânico, Pago, Social e Referência. Há também a origem por campanhas específicas, que podem ter a identificação personalizada com as UTMs.

SPAM

Termo utilizado para designar emails e mensagens eletrônicas que não são solicitados pelo usuário, normalmente enviados para um número grande de pessoas e com conteúdo publicitário. Outros tipos de spam podem incluir mensagens com vírus ou correntes.

Spider

Outro nome que faz referência aos bots e crawlers. Os spiders funcionam de forma automática e, podem ser criados para fazer SPAM e criar tráfego “fantasma” que pode criar dados inúteis no seu relatórios, inflando algumas medidas. É possível fazer a limpeza desses dados no Google Analytics, identificando algum critério em comum das visitas fantasma – geralmente é tráfego vindo da Rússia.

Style Sheet

Forma resumida para se referir à Cascading Style Sheet (CSS). O CSS é o documento que contém as orientações sobre atributos estéticos do seu site tais como cores, tamanhos, posicionamentos etc.

Squeeze page

Conhecida como página de captura, são as páginas que coletam dados importantes de potenciais consumidores, normalmente transformando-os em leads. Em sua estrutura, possuem imagens chamativas, um call-to-action bem planejado e um formulário para preenchimento dos dados dos usuários. Se diferem das landing pages pois só possuem o objetivo de capturar leads, o que não acontece com as landing pages, que capturam tráfego qualificado para conversão, e podem ser utilizadas para vários fins, como maior engajamento e conceituar uma marca.

Stories

Forma de interação presente em redes sociais, como por exemplo o Snapchat e o Instagram, que possibilita o compartilhamento de fotos e vídeos personalizados com desenhos e textos e que só ficam no ar por 24 horas e só são visualizadas uma vez por cada usuário.


T

Tag

São termos utilizadas para ajudar na organização de informações, agrupando-as de acordo com a marcação que recebem. As tags são usadas para diferentes conteúdos, como postagens de blogs, links e plataformas de busca. No contexto do desenvolvimento e programação, as tags são recursos estruturais do código, que permitem marcar instruções para que o navegador leia e construa corretamente cada página, incluindo todas as suas funcionalidades projetadas.

Tag Manager

Ferramenta do Google que se encarrega da parte técnica de adicionar tags a páginas de um site, permitindo aos profissionais de marketing a habilidade de administrá-las sem perder produtividade. É uma ferramenta gratuita, que exige apenas a criação de uma conta.

Taxa de abertura

Métrica que calcula a quantidade de pessoas que abriram um e-mail enviado pela sua marca, dividido pelo número de pessoas que receberam o e-mail. Essa métrica auxilia para saber qual o melhor horário para enviar um e-mail por exemplo, mas não é muito confiável, já que quando os usuários autorizam a exibição de imagens, os serviços de e-mail já consideram uma campanha como aberta.

Taxa de conversão

Métrica utilizada para análise dos resultados de campanhas e estratégias de marketing, sendo calculada pela divisão do número de conversões (ações importantes no processo de compra como um cadastro, visualização de um vídeo, download de um material etc) pelas visitas ao site. A taxa de conversão ideal então, varia de acordo com os objetivos e metas de cada empresa.

Taxa de entrega

Quantidade de e-mails que foram entregues à caixa de entrada dos destinatários sem que tenham sido retidos por nenhum filtro de spam.

Taxa de rejeição

Conhecido também como “bounce rate”, ela indica o percentual de sessões de uma única página, ou seja, quando o usuário saiu do seu site sem interagir com ele. Isso acontece quando o usuário clica no botão “voltar” do navegador, fecham a página, ou acessam um outro site na mesma aba.

Tempo (médio) na página

Refere-se ao tempo médio de tempo que as pessoas passam dentro de uma página de um site durante uma sessão. Essa informação é disponibilizada pelo Google Analytics e é utilizada pelas marcas para analisar se o conteúdo disponibilizada por elas é interessante e se está sendo realmente consumido pelos usuários.

Tempo (duração) da sessão

Refere-se ao tempo de duração de uma sessão por cada pessoa, ou seja, o tempo que ela utilizou dentro do seu site, visitando páginas e a sua interação com elas.

Tempo de carregamento

Refere-se ao tempo que uma página demora para ser carregada com todo seu layout e funcionalidades. É estimado que para o site performar bem, o carregamento deve ser entre 0,5 e 2 segundos. Caso contrário, os usuários muitas vezes desistem e saem do site, e a taxa de conversão também será menor.

Teste A/B

Refere-se a um teste para avaliar qual página, anúncio, e-mail ou qualquer outro tipo de mídia traz resultados. Utiliza-se duas versões de uma mesma página com apenas um item diferente (ex.: cor do botão ou texto de call to action) entre elas. Em seguida, estes a página, e-mail ou anúncio são exibidos de forma aleatória para os usuários, que irão se engajar ou não com a versão que lhes foi exibida. Após o período de testes o profissional de marketing analisa o desempenho da página para definir qual versão é a melhor e se a alteração de fato provoca resultados positivos.

Ticket médio

Métrica que apresenta o valor médio gasto por cliente em sua empresa. Esse valor é definido pela divisão do montante de vendas pelo número de clientes que realizaram uma compra. A partir desse valor, é possível definir novas estratégias no mix de produtos/serviços por exemplo, ou estimular os clientes a realizarem outros tipos de compra.

Título

Refere-se a identificação dada a um texto, livro, artigo, capítulo, entre outros, que indica normalmente o assunto a ser tratado e serve para atrair a atenção dos leitores. No âmbito da economia e do direito, se refere à uma qualificação/fundamento/pretexto ou poder legal sobre algo.

Title Tag

Elemento de HTML utilizado para definir o tópico sobre o qual uma página fala. O título da página deve conter a palavra-chave principal do conteúdo e ser bastante objetivo.

Tração

Conceito que é utilizado em startups quando há uma avaliação do estágio de uma empresa e quando deseja-se determinar o seu valuation. Uma tração é considerada boa quando há uma evolução em alguma variável determinada como de grande relevância, como o lucro ou crescimento da receita por exemplo.

Tráfego

Se refere às visitas que ocorrem em um website. Pode ser categorizado como tráfego orgânico, no qual as visitas são advindas de fontes onde não houve pagamento pelo conteúdo que é exibido (sem custo direto) ou tráfego pago, onde as visitas são advindas de anúncios e publicações pagas (com custo direto).

Tracking

Termo em inglês para “rastreamento”. O rastreamento é essencial para descobrirmos maiores detalhes sobre o engajamento e a efetividade das campanhas de anúncios, e-mail, chatbot e também de conteúdos que são propagados pelos nossos canais de marketing digital. Existem ferramentas que geram códigos de rastreamento para “puxar” estes dados e colocá-los de maneira que facilite a leitura e interpretação.

Tracking code

Trecho de código fornecido por ferramentas como Google Analytics, Mautic, RD Station, Hotjar, Facebook Ads e outras, que, quando adicionado ao header de um site permite à ferramenta rastrear e analisar dados referentes à navegação dos usuários e demais interações relevantes. Geralmente relacionam algum javascript à sua composição e podem ser inseridos pelo Google Tag Manager, ou então, diretamente no código.

Twitter

É uma rede social criada em 2006 por Jack Dorsey e que permite apenas publicações com até 140 caracteres. Esses textos são conhecidos como tweets e são exibidas nos perfis dos usuários em tempo real, que podem também compartilhar imagens e vídeos (por meio de URLS encurtadas).


U

Usabilidade

Termo utilizado para definir a experiência das pessoas no uso de produtos/ferramentas, revelando a facilidade com que empregam esses produtos na realização de uma determinada tarefa. Esse conceito têm sido muito utilizado pelas marcas no design de seus sites e em seus processos e serviços, já que os consumidores buscam cada mais facilidade de uso na web, obtendo uma maior produtividade. Isso consequentemente então gera maior satisfação por parte dos usuários e pode se transformar em resultados para as marcas.

User Experience

Traduzido como “experiência do usuário”, é um conceito que engloba todos os sentimentos do usuário em relação a um produto e/ou serviço, à sua usabilidade e a interface do sistema, conciliando os objetivos da marca e dos seus produtos/serviços com as necessidades, desejos e satisfação dos consumidores. Dessa forma, são realizadas pesquisas de mercado e testes de usabilidade para elaborar sistemas e métodos que funcionem melhor para o público pretendido. São muito relevantes em e-commerces.

User Interface

Termo utilizado para definir como um sistema/software/aplicativo interage com os usuários. Envolve tudo que é visível para os usuários e que orienta na utilização dos produtos/serviços. por meio da “user interface” é possível pensar na experiência dos usuários chegando ao conceito de “user experience”.

UTM
Parâmetro que é adicionado no final de uma URL e o torna personalizado para que as marcas consigam identificar a origem do seu tráfego. São importantes no monitoramento e avaliação de resultados, fornecendo informações valiosas para que se possa identificar o que realmente está trazendo resultados e o que pode ser potencializado.

URL

Significa “Uniform Resource Locator”, ou em português, Localizador Uniforme de Recursos. O URL é o endereço no qual encontramos algum recurso digital, como um arquivo, dispositivos (impressoras, redes etc). Este URL pode ser utilizado tanto na internet comum e aberta a todos, quanto nas intranets.

Em ambos os casos obedecem a uma estrutura pré-definida que comporta (pelo menos): protocolo, domínio, porta, caminho, recurso. O resultado disso você vê todos os dias na seguinte forma:

Quando escrevemos “http://www.motdigital.com/biblioteca-de-materiais” estamos escrevendo “protocolo://dominio/caminho/recurso”. Não é um bicho de sete cabeças 😉


V

Vlog

É a abreviação da palavra videoblog (vídeo+blog), e se refere a um blog onde os conteúdos predominantes são os vídeos. Normalmente são espaços de divulgação com publicações constantes, o diferenciando do conceito de videocast, que são mais esporádicos.

Vinheta

Nas artes gráficas, se refere a um formato de narrativa gráfica que combina os elementos desenho+texto explicativo em ilustrações. Na publicidade, se refere a uma mensagem normalmente associada à um jingle/música, com curta duração, para que os consumidores memorizem com facilidade e associem a produtos, trazendo um maior resultado de vendas para a empresa.

Visitas

Métrica do Google Analytics que se refere ao número de vezes que um site foi acessado, sem levar em conta a quantidade de pessoas que realizou esse acesso (o que é contabilizado na métrica “visitantes/visitantes únicos”).

Visitante único

Métrica do Google Analytics que se refere à quantidade de pessoas que visitaram um site e interagiram com conteúdos em um período de tempo. Ou seja, mesmo que um visitante entre mais de uma vez nas páginas, ele será contabilizado apenas uma vez.

Visualização de página

Métrica do Google Analytics que se refere ao total de vezes que uma página é visualizada. Se o usuário acessar duas vezes a mesma página por exemplo, a visualização será contabilizada duas vezes.


W

Webinar

São conferências/seminários digitais sobre temas específicos e que normalmente são transmitidos ao vivo. Possuem como objetivo a disseminação de conteúdo e conhecimento e são muito utilizados dentro das estratégias de marketing de conteúdo para impulsionar eventos, atrair, gerar e converter leads ao longo do funil de vendas.

White hat

Termo oposto do black hat. É usado para definir profissionais e práticas de marketing digital que respeitam as normas das plataformas, evitando SPAM e seguindo sempre condutas éticas e focadas no benefício final para o usuário.

Wireframe

É uma espécie de “esqueleto” do site. Nesta estrutura o arquiteto da informação (profissional responsável por esta parte do trabalho) organiza os espaços e menus de todo o site, criando hierarquias e propondo áreas de conversão que valorizem o conteúdo que será publicado neste site. Os wireframes podem ser desenvolvidos em softwares como Invisio, Draw.io, ou até mesmo no bom e velho papel.

WordPress

Se refere a um sistema de gerenciamento de conteúdo para a Web que é escrito em PHP e com banco de dados MySQL que é utilizado principalmente para a criação de blogs e sites. Existem dois tipos: o WordPress.org e o WordPress.com, sendo o primeiro uma versão com muito mais recursos e mais profissional.


X

XML

Do termo em inglês eXtensible Markup Language, se refere a uma linguagem de marcação (agregado de códigos para serem lidos por pessoas e computadores) que é utilizada para criar documentos com dados organizados de forma hierárquica, como por exemplo banco de dados e textos.


Y

YouTube

É uma plataforma  de compartilhamento de vídeos com mais de 1 bilhão de usuários, onde os vídeos são postados por esses usuários na internet. Seu nome vem da junção das palavras  “you”, você em inglês e “tube” que significa “canal”, indicando que os canais são feitos pelos usuários. Foi fundado em 2005 por Chad Hurley, Jawed Karim e Steve Chen e em 2006 o site foi comprado pelo Google.

YouTuber

Nome designado a pessoa que tem um canal e publica vídeos no Youtube. Esse termo normalmente é utilizado quando a pessoa possui um canal relevante e até mesmo têm o canal como a sua fonte de renda.


Z

Zapier

Ferramenta web que permite a integração de aplicações, alinhando ações de diferentes ferramentas e plataformas como o Trello e o Google calendar por exemplo. Essas automações são conhecidas como “zaps” e as ações executadas são chamadas de “tarefa/tasks”.

ZMOT

É a abreviação do termo “Zero Moment of Truth” e se refere a um termo criado pelo Google para designar um novo momento na decisão de compra dos consumidores, que é quando o usuário vai em busca de informações de um produto/serviço na internet. Esse conceito foi inspirado no termo “first moment of truth”, mostrado pela Procter and Gamble em 2005 para explicitar o primeiro momento da verdade no qual o consumidor está na frente das prateleiras e está decidindo qual produto levará.


0-9

301

Método que redireciona o visitante de uma página para outra. Este tipo de redirecionamento deve ser usado para casos permanentes, por exemplo: seusite1.com.br para seusite2.com.br. Isso faz com que todo o tráfego direcionado para o link seusite1.com.br seja enviado automaticamente para seusite2.com.br.

302

Outro método para redirecionar visitantes de uma página para outra, porém de forma temporária. É como se você estivesse fazendo mudanças na estrutura do seusite1.com.br e precisase indicar uma alternativa para o usuário continuar acessando o conteúdo no seusite2.com.br até que a “reforma” acabe.

404

Protocolo de erro sinalizado quando um visitante tenta acessar uma página que não existe. Isso pode acontecer quando alguém digita o endereço do seu site incorretamente ou quando você deleta páginas que tiveram seus link divulgados previamente e não as redirecionou (com o 301) para um novo destino.

Luísa Barwinski

Fundadora da MOT Digital e professora. Desenvolveu estratégias online para clientes dos mais diversos setores nos últimos 10 anos. Mestre em marketing, com ênfase no comportamento do consumidor, busca compreender como as marcas podem melhorar o relacionamento com o seu público em meios digitais.

Você também pode se interessar por

Responder