Como definir a linha editorial do seu blog

Você já deve ter ouvido falar que ter um bom planejamento de comunicação é fundamental para atingir resultados e alcançar metas, certo?

Como a interatividade nos canais digitais é constante, é preciso dar atenção ao seu planejamento e redobrar os cuidados com a mensagem que a sua marca quer passar.

A linha editorial é o norte que vai determinar como essa mensagem é passada e como ela deve ser adaptada aos diferentes canais de comunicação.

Se você ainda não criou uma linha editorial na sua marca e tem dúvidas de como implementar na sua rotina, dá uma olhada nas dicas que vou passar agora. Vem comigo!

O que é linha editorial?

Antes de tudo, vamos entender melhor o que é a tal da linha editorial.

Ela é um conjunto de regras que foram criados pelos veículos de comunicação para determinar uma lógica ao comunicar seus valores e opiniões, sendo fator decisivo na construção de uma mensagem.

As editoras também usam muito a linha editorial. Tem algumas que só trabalham com poesias, auto-ajuda ou grandes clássicos da história, por exemplo, e existem algumas que trabalham com uma linha mais ampla e pegam temas mais abrangentes. Isso serve para os escritores enviarem seus textos para a editora certa, aumentando a chance do livro ser publicado.

Para ficar mais fácil ainda, vou comparar a linha editorial com a identidade visual.

Quando é criada uma logomarca, são determinadas algumas cores, imagens e fontes específicas que deverão ser utilizadas em todos os materiais, como cartão de visita, site, redes sociais, etc.

Não seria bem estranho se cada material fosse de um jeito diferente? As pessoas nunca iriam conseguir identificar a sua marca, comprometendo ações como relacionamento e fidelização.

A linha editorial deve estar alinhada à identidade da sua marca como um todo, porque ela faz parte dessa identidade. Assim, o conteúdo se torna muito mais assertivo e relevante para seu público.

Por quê é importante ter uma linha editorial

Acredito que você não quer atrair qualquer tipo de pessoa para consumir seu conteúdo, você quer atrair a pessoa certa, porque suas chances de conversão aumentam muito.

O consumidor percebe quando a empresa está bem alinhada na sua comunicação e quando não está. Todos os canais de comunicação devem seguir os mesmos princípios, mesmo divulgando a mensagem de uma forma diferente, afinal cada canal é único e possui características específicas.  

A linha editorial propõe que tudo fique mais organizado, e assim você consegue focar nas suas metas sem se preocupar com processos ou pensar o tempo todo se está tomando o caminho certo.

Quando você estabelece um direcionamento da sua comunicação, você começa a perceber que seu segmento se torna mais propício à conversão do que aquela marca que oferece conteúdos mais genéricos e pouco (ou nada) direcionados.  

Como implementar na sua rotina

Pense a longo prazo

Para que a linha editorial cause um verdadeiro impacto na sua rotina, ela precisa ser pensada a médio e longo prazo. Não pense em um planejamento apenas para o próximo mês, mas comece pensando para os próximos 6 meses ou 1 ano.

Estude suas palavras-chave

Para tornar seu conteúdo cada vez mais assertivo, é importante estudar quais termos os usuários estão buscando no Google.

Assim você não perde tempo produzindo materiais que não vão conversar com seu público e vai direto para o que funciona e o que é relevante para ele.

Faça uma pesquisa de palavras-chave utilizando o Google Trends. É uma ferramenta gratuita oferecida pelo Google, onde você adiciona termos e seleciona a região e o período que é mais interessante para o seu negócio e ela vai mostrar qual o volume de busca dessas palavras.

Abaixo, vou buscar palavras como exemplo, termos que possam interessar a área de estética corporal. Olha só:

Perceba que coloquei na busca uma localização e um período e comparei dois termos: massagem linfática e massagem modeladora.

Através dos gráficos, a gente pode concluir que o termo “massagem modeladora” teve mais volume de busca que a “massagem linfática”, ou seja, o interesse das pessoas foi maior na modeladora.

Essa simples ação já pode orientar bastante sobre qual caminho sua linha editorial deve seguir.

Defina seus temas

Quais temas são mais interessantes de serem tratados com seu público agora e quais serão tendência daqui um tempo? É importante você começar a mapear desde já esses pontos para não deixar as oportunidades passarem.

Fique atento ao que as marcas gringas e influenciadores estão fazendo e se inspire neles desde já. É fora do Brasil que as tendências acontecem primeiro!

Uma coisa que pode ajudar nesse processo, é escolher 5 blogueiras ou influenciadores e acompanhar o que eles postam no Instagram, Facebook, Youtube e Twitter. Perceba os detalhes, como filtros que eles utilizam, hashtags, paleta de cores, composição das fotos, etc.

Instagram Julia Hengel

Vou dar o exemplo da Julia Hengel, uma influenciadora que tem seu Instagram repleto de detalhes. As cores predominantes das imagens são sempre rosa em tons claros, com alguns elementos em laranja e azul e seus filtros tem pouco contraste. Se você for pesquisar outras blogueiras, elas terão paletas de cores parecidas com a da Julia, utilizando filtros um pouco diferentes em relação ao contraste, por ser algo que remete mais ao personal branding delas.

Collage Vintage Instagram

Entenda seu público

O que pode ajudar muito você nesse começo, é perguntar para seu público sobre o que eles querem saber, que tipo de conteúdo eles querem receber e saiba ouvir seus problemas e necessidades. É a partir daí que muitas ideias surgem!

Reflita sobre quais assuntos você e sua marca são verdadeiras autoridades no mercado.

São temas que provavelmente você tem muita facilidade de falar e gosta bastante de explicar para as pessoas ao seu redor. Perceba quais são eles e evidencie na hora de produzir seus conteúdos, porque eles serão seu diferencial e servirão de base para criar sua linha editorial.

Liste seus canais de comunicação

Faça uma lista dos canais que você vem usando até agora para se comunicar e veja se todos estão seguindo o mesmo padrão. Se não estiverem, veja em quais canais é mais rápido e fácil de ajustar e comece por eles. Sua linha editorial deve passar por todos os canais:

  • Site
  • Blog
  • Redes sociais
  • Email marketing
  • Materiais offline (flyers, folders, cartazes)
  • Ações
  • Eventos e palestras
  • Apresentação ou proposta comercial
  • Atendimento

Gerencie suas publicações

Depois que você começou a produzir seus conteúdos seguindo uma linha editorial, é hora de cumprir datas e horários para trazer frequência para os usuários.

Identifique datas e horários que seus conteúdos devem entrar no ar, documente isso para que toda a sua equipe fique por dentro das ações e cumpra todos os seus prazos.

Você vai perceber que a linha editorial vai ajudar bastante a organizar essa parte também, tornando a sua rotina mais simplificada.

Escolha uma linguagem

Dar personalidade ao seu discurso é um grande atrativo para chamar a atenção dos usuários. Em um universo de conteúdos disponíveis na internet, é preciso se destacar de alguma forma e eu acredito que a linguagem pode ser um caminho para atingir as pessoas certas, porque elas buscam cada vez mais algo personalizado, para que sintam que aquilo foi feito só para ela e que resolva um problema dela.

Como disse anteriormente, cada canal é único e vai demandar uma linguagem um pouco diferente, mas a base da linha editorial deve ser mantida para que sua marca seja orientada para o caminho certo.

No Twitter por exemplo, a linguagem é bem mais direta e tem um tom de “notícia quente”. Já no Linkedin, o conteúdo pode seguir uma linha mais séria e profissional. No email marketing você consegue ampliar seu conteúdo um pouco mais e oferecer diferentes formatos, e por aí vai.

Vamos ver como é o Twitter de uma daquelas blogueiras dali de cima? Perceba como as mensagens são mais curtas e ela já eliminou as imagens, adicionando hashtags relevantes e linkando para suas outras redes sociais:

Twitter Collage Vintage

O importante é você saber qual a personalidade da sua marca e que ela fique sempre alinhada com a linha editorial.

Mas e aí? Qual é a conclusão disso tudo?

A linha editorial é uma técnica importante para alinhar seu discurso enquanto marca para que o consumidor tenha cada vez mais confiança nos serviços ou produtos que você oferece.

Planeje suas ações e oriente sua equipe para que todos entendam como a mensagem deve ser transmitida e, de tempos em tempos faça uma revisão da sua linha editorial para saber se ela vem sendo cumprida. Se não estiver, tente entender aonde ela se perdeu e retome o caminho, mesmo que precise de alguns ajustes para se adaptar à rotina de todos.

Se tiver alguma dúvida, é só comentar aqui embaixo! 😉

Você também pode se interessar por

Responder